Avistei uma estrela cadente no céu, fiz um pedido e tudo mudou…

O que eu fiz? 

Chego em casa e jogo minha mochila de qualquer jeito na cama, me sento nela e coloco minhas mãos no rosto, o que eu fiz? 

  
Tentei pensar por algum momento em uma saída e nada me veio em mente, como consertar esse erro? 

Se pudesse voltar no tempo, talvez me pouparia de uma consciência pesada agora, ou desse sentimento tão doloroso de culpa. Por quê não pensei? Por quê fui tão impulsiva? 

De repente, meus olhos umedeceram, pensei nas consequencias, pensei no que meu erro resultaria para a outra pessoa, sei que desculpas não vão reparar, será que podemos apenas recomeçar? 

Procurei achar algo bom no final disso tudo, não dizem que podemos aprender com os erros? Quem sabe essa frase não sirva para mim?

Mas então tudo parece desmoronar novamente, meu erro é lembrado todos os dias, e isso me assombra a cada vez que me deparo com ele. 

Nenhuma palavra poderá consertar um erro, mas quem sabe poderá amenizar? 

O que eu fiz? Deito em minha cama em meio aos devaneios dos meus erros e adormeço entorpecida por eles. 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: